15 de abr de 2010

Homem atira na própria barriga para matar a fome

Seu Fulano de Tal, irmão de Cicrano e Beltrano, recebeu alta hoje da clínica onde esteve internado devido a uma cirurgia feita para remoção de uma bala alojada em seu estômago. O pâncreas e o fígado dele testemunharam a cena e se recusaram a fazer a digestão, fazendo greve de fome por tempo inderteminado. O projétil é de um revólver calibre 38 que seu Fulano adquirira nos tempos em que era policial. Ex-comandante de exército, Fulano passava por tempos difíceis e, sem ter a menor ideia do que estava fazendo, atirou em seu abdômen para aliviar a sensação de vazio na sua barriga. Em entrevista recente, seu Fulano afirma que "o tiro foi totalmente sem noção, mas, para conpensar, a bala me serviu como um alimento rico em ferro". A bala já foi removida e indiciada por matar a fome do senhor, uma vez que tal ato é permitido por lei apenas para a comida. Graças a esse assassinato, a bala pode receber uma penalidade que varia entre um lixão ou um museu de antiguidades do exército.

0 comentários:

Postar um comentário

Links Ociosos

Colmeia Exchange

Compartilhe

Twitter Facebook Google+ LinkedIn RSS Feed Email Favoritos Mais...

Receba notícias por e-mail

Digite seu e-mail: